Evolução

Existem muitos indicadores de que com uma intervenção precoce, intensiva e sistemática baseada na ABA se possam verificar ganhos significativos em áreas como o QI, a comunicação, a interação social, ou o controle das estereotipias.


No entanto, é impossível prever com grande margem de segurança as probabilidades de evolução de uma criança antes de iniciar a intervenção. O espectro do autismo é tão grande que dificilmente encontramos dois sujeitos exactamente iguais, do mesmo modo a resposta à intervenção é muito variável. Assim sendo, é cauteloso manter a intervenção por um período não inferior a 6 meses para poder mais precisamente definir a linha de evolução que se está a desenvolver.